MADREPÉROLAS

MADREPÉROLAS

ostras em cataclismo
pérolas malsãs tão falsas quanto porcos parcos
brilhos à mostra miragem breve
pérolas pechas brilham múltiplas cores
réstias de luz espalham augustos prismas
ostra ferida forma áspera
madura escultura a areia interfere
alvas curvas jaz intumescida
lamentos minúsculos de maiúsculas pérolas
músculos de inóspitos moluscos
melam de lama a dama que ousa brilhar
ostras nas cismas das pedras
retornam a ser concha na manhã próspera
ostras rastros somos pérolas

*

Ângelo Luís e Francisco Settineri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s