Décio Pignatari

Décio Pignatari
Fonte: SIBILA Poesia e Crítica Literária

Uma das figuras mais interessantes da cultura brasileira, seguindo certa linha de resistência, de que nos fala o filósofo francês Jean François Lyotard. Poeta, pensador, alguém capaz de gostar ou não gostar, podendo ser amado ou não, mas sempre apto a propor o novo. Também em condições de produzir certo mal-estar que, no entanto, terminava gerando renovação. Assim era Décio Pignatari, que nos deixa sem nos abandonar. Múltiplo, passando por várias camadas do fazer artístico e da vida. Isso, numa atuação contínua, que visitou desde as poéticas e teorias da comunicação e da cultura – inclusive as do concretismo – até a tradução de obras importantes, chegando ao texto crítico e de experiência (como se lê em Errâncias, Ed. Senac, 1999, um livro notável, nem sempre lembrado) e ao imaginário colorido da boa literatura para jovens (Bili com o Limão, Cosac Naify, 2009).
ARTIGO COMPLETO EM: http://sibila.com.br/cultura/decio-pignatari-2/8974

*

Ângelo Luís

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s