O constante diálogo

O constante diálogo   (Carlos Drummond de Andrade)

Há tantos diálogos

Diálogo com o ser amado
                      o semelhante
                      o diferente
                      o indiferente
                      o oposto
                      o adversário
                      o surdo-mudo
                      o possesso
                      o irracional
                      o vegetal
                      o mineral
                      o inominado

Diálogo consigo mesmo
              com a noite
              os astros
              os mortos
              as idéias
              o sonho
              o passado
              o mais que futuro

Escolhe teu diálogo 
                                e
tua melhor palavra
                               ou
teu melhor silêncio
Mesmo no silêncio e com o silêncio
dialogamos.

*

Ângelo Luís e Francisco Settineri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s