Publicado em ÂNGELO LUÍS & FRANCISCO SETTINERI

Ruído

clarim1 (1)

Ruído

o que é certo já não conta
Objeto Sopro Eco Estafa Contém
tanto quanto
o momento
estridente e turvo
Processo Curva Dejeto Projeta Retina
de estar tonto

o clarim, aquele
Berro Seco Tambor Grito
toava tarde
Soma Cor Nuvem Pulso Primeiro
e era tão belo
Resina Dor Cordas Ondas Frágeis
escoltado pelas cinzas que deixei

*

Ângelo Luís e Francisco Settineri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s