Publicado em ÂNGELO LUÍS & FRANCISCO SETTINERI

A Descoberta

A Descoberta

descobri que
não bastam poemas
para ser poeta
ou mágicas
para ser mágico

mas o poeta
é um tanto mágico
e o mágico
poeta

imagino poemas
ou mágicas
entre um instante
e outro

e o intervalo
entre mágicas
ou poemas
entre o acaso
e outro

ouvir mágicas
é ver poemas
sem mesmo
entender um pouco
de ser poeta
ou mágico

no momento
em que o verso
tonto desce
revejo o trecho
que já fiz
palavra esquece

*

Ângelo Luís e Francisco Settineri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s